SCANDAL – J-Rock e J-Pop de Peso!

Scandal-destaque

É impossível pensar em música japonesa sem pensar em Pop e em Rock, também conhecidos como J-Rock e J-Pop respectivamente e neste post, em especial, falaremos sobre uma banda que se enquadra nestes dois gêneros musicais: SCANDAL!

O J-Rock e o J-Pop são estilos musicais super difundidos, não só no Japão, mas em todo o globo.

Caso ainda não conheça, fica a recomendação, ouça SCANDAL. Certamente mudará seu conceito acerca de uma banda que é formada somente por meninas, com composições próprias e muita personalidade!

Essa banda tem feito muito sucesso, em especial de 2006 até os dias atuais. Junto de bandas famosas como X-Japan e AKB48, SCANDAL também é uma das bandas mais populares do cenário japonês da atualidade:

Muitos de vocês devem conhecer esta banda que é composta por quatro lindas garotas que além de terem suas respectivas posições dentro da banda, todas, todas sem exceção participam ativamente do vocal da banda, trazendo dinamismo e dando ao grupo características únicas. O trabalho delas é super reconhecido no Japão e indiscutivelmente é uma das bandas que mais se destaca dentro do cenário musical de lá.

Se a curiosidade já está te dando nos nervos, não se preocupe em “Googlar” o termo para ouvir, basta acessar o player abaixo e ouvir a discografia do grupo. 

 

 

Cenário da Música Japonesa Na Atualidade

Sabemos que o Japão é o berço de uma gama enorme de influências sejam tecnológicas, sejam tradicionais e mesmo as tendências musicais. A cidade de Tóquio, capital japonesa é sem dúvida o local mais propício para encontrar várias tribos musicais no mesmo espaço. Os gêneros mais “curtidos” pela galera são o Visual Key, e os J-Pop e J-Rock. Como já falamos no nosso post Universo Pop – O que é Kawaii?, grande parte dessa influência vem dos Animes e Mangas, onde as pessoas quase sempre se inspiram em seus personagens favoritos e, por sua vez, criam seu próprio estilo.

Harajuku, que fica localizada nas proximidades de Shibuya é com certeza o ponto de encontro mais conhecido do mundo com relação ao mundo pop.
Há dezenas de bandas e artistas famosos que estão em destaque nas paradas de sucesso e que estão com a popularidade em alta. Algumas dessas bandas possuem músicas que compõem a trilha sonora dos Animes e programas de TV, trazendo a tona a curiosidade do público sobre os outros trabalhos das bandas.
Um ótimo exemplo para esse cenário é a banda Nightmare, que possui músicas na trilha sonora de 
Death Note.

Algo interessante sobre as bandas no Japão é que grande parte delas são formadas ainda na época do colegial.

Comercial e popular, o J-Pop depende de exposição massiva na mídia. Geralmente, as músicas de maior sucesso são vinculadas a comerciais de TV ou trilhas sonoras de novelas, seriados, desenhos ou filmes.

Nesses casos, o J-Pop substituiu músicas de influência folk ou mesmo de enka, a tradicional canção japonesa, em função de um maior apelo ao público jovem. Deu certo, e singles de Macross (Robotech), Street Fighter, Ultraman Tiga e outros viraram também hits de FM. Tais singles geralmente são cantados por atores, dubladores ou, no caso das duas séries citadas, por estrelas em ascensão no cenário musical.

 

 

 

Integrantes da Banda SCANDAL

A banda de J-Rock e J-Pop é formada por 4 garotas provenientes de várias províncias do Japão, abaixo segue um release sobre as integrantes:

Ficha Técnica
SCANDAL-Haruna OnoNome: Haruna Ono

Características:
Haruna é a integrante mais velha e líder do grupo. Nascida em agosto de 1988, sempre teve uma paixão incontestável pela dança. Isso até conhecer as outras integrantes do que mais tarde se tornaria SCANDAL.
Mesmo mergulhando na vertente mais Rock ‘n Roll, Haruna não deixou de inserir sua personalidade e influência no grupo. Por este motivo, a banda segue um misto de J-Rock com coreografias mais voltadas ao Pop. O que dá ao grupo uma personalidade a mais. Dentro da banda atua como Vocalista.

 

 

 

 

Ficha Técnica
SCANDAL-Sasazaki MamiNome: Sasazaki Mami
Características:

Normalmente é flagrada nas redes sociais com maquiagens pesadas, passando uma impressão obscura. Contudo, basta que ela entre no palco para que seja possível a percepção de sua personalidade alegre e extrovertida! Mami é a guitarrista e a responsável por grande parte das composições de SCANDAL. Muda de visual com frequência e quando canta se destaca por sua voz de “vocalista punk”. É uma otome assumida e já foi baterista em sua antiga banda.

 

 

 

Ficha Técnica
SCANDAL-Rina SuzukiNome: Rina Suzuki
Características:

Sendo a mais nova do grupo, Rina é a baterista de SCANDAL. Sua alegria e amor pela música são algo além do comum. Esta se mostra realizada em cada canção e isso também é transmitido durante as entrevistas. Além de bateria, sabe tocar piano. Gosta muito de servir as pessoas, de se sentir útil. Já declarou em uma entrevista que gostaria de trabalhar em um Maid Cafe e até se arriscaria no Mc Donald’s.

 

 

 

Ficha Técnica
SCANDAL-Tomomi OgawaNome: Tomomi Ogawa
Características:

A última porém não menos importante intergrante da banda é Tomomi. Assim como sua colega de equipe Haruna, sonhava em ser uma pop star, dançarina, contudo, o Rock ‘n Roll foi mais forte e ela pendeu para este lado da força. Além de baixista é a principal escritora das letras de SCANDAL. Dona de um talento sem igual, compõe com maestria as letras que dão o o tom mais pop para as levadas que possuem mais peso, bem como insere sentimento nas canções mais “rebeldes”.

 

 

Trajetória de SCANDAL

Sukyandaru,(スキャンダル) que foi estilizado para SCANDAL é uma banda formada por quatro garotas que ainda no colegial, dedicavam seu tempo livre para compor e a tocar suas próprias músicas.
O grupo é originário de Osaka, no Japão. As lindas colegiais tiveram seus altos e baixos na carreira que pode ser contada de forma breve de 2006 até os dias atuais.

Oriundas de diferentes províncias do Japão, as quatro integrantes do grupo reuniram-se em uma escola de canto e dança chamada “Caless“, que fica situada em Osaka. Nesta época, o grupo era chamado de “Girlsband” e faziam apresentações nos fins de semana. Durante dois anos, faziam os shows em Shiroten no Osaka Castle Park. Dentro deste período foram ganhando cada vez mais fans. As quatro garotas ainda não tinham uma identidade visual e se apresentavam com roupas aleatórias. Ainda dentro deste período nas apresentações ao redor de Osaka, criaram seu mascote. A boneca foi batizada de “Can-Ta”.

Em agosto de 2007, eles participaram de um evento especial no Shibuya Clube Asia, um clube altamente reconhecido e respeitado em Shibuya. Foi durante este período que a gravadora Kitty Records pediu pela primeira vez a banda se eles gostariam de ter suas músicas gravadas com eles. Meses mais tarde, as meninas iniciaram seus projetos e lançaram seus singles independentes, onde as vendas eram exclusivas apenas pela Tower Records.

A partir do ano de 2008 a banda esteve em acensão quase que constante. Seu reconhecimento veio com a gravação de 3 singles que eram comercializados com exclusividade pela Tower Records.

O primeiro single, “Space Ranger” ficou em 2º lugar nas paradas de sucesso. Os outros dois

Uma curiosidade com relação ao nome da banda: Ele surgiu por causa do estúdio onde elas ensaiavam, que era em um prédio com vários estabelecimentos “compartilhados”. Neste emaranhado de lojas reluzentes, havia uma com o nome スキャンダル (em em romaji ficaria Sukyandaru). Resolveram então Adaptar o nome para o inglês, ROMANIZAR o nome para SCANDAL.

, classificado # 2 nas paradas indie torre e os outros dois, “Koi Moyo”e “Kagero” ocuparam o primeiro lugar em pouco tempo após o lançamento.

Na turnê Japan Nite US 2008, fizeram shows em seis grandes cidades dos Estados Unidos. A partir daí ficou iminente que a banda já fazia sucesso mundial e pouco tempo depois, em julho de 2008 , a banda se apresentou para 10.000 pessoas na França e também em para um grande público na China em agosto.

SCANDAL concluiu sua carreira indie com o lançamento de seu primeiro mini-álbum, Yah! Yah! Yah! Hello Scandal: Maido! Scandal Desu! Yah Yah Yah!

 

Desde então foram reconhecidas como banda de grande influência e vieram fazendo vários trabalhos de qualidade.

 

O que me chamou atenção nessa banda foi uma música em particular HARUKAZE, que é a 15ª abertura de Bleach, anime que gosto muito.

Confesso que muitas músicas da banda, assim como a maioria das bandas comerciais que preenchem o universo dos Animes são massantes, “quadradas”, só sendo popular por ser destacadas pela mídia (para promover tais bandas).

Contudo, ao pesquisar mais sobre a banda, descobri que escrevem as próprias canções e tem influências próprias, (não são bandas “modinha”, apesar de ser de certa forma uma banda de mídia).

Outro som muito difundido da banda é a canção Shoujo S. que também é uma das aberturas de Bleach.

 

 

E aí, alguma passagem importante na trajetória da banda que não mencionamos? Não deixe de acessar nossa página no Facebook.

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *