O Imponente Castelo Nijo

explorando-o-japao-castelo-de-nijo-1

Um dos melhores exemplos remanescentes de um castelo feudal, o Castelo de Nijo, localizado em Kyoto, a cerca de 4 km da estação de trem, não só é uma propriedade do Japão, mas uma propriedade comum compartilhada por todo o mundo.

Em outras palavras, trata-se de um Patrimônio Mundial tombado pela UNESCO. Durante muitos anos foi usado como Palácio Imperial, mas nos dias atuais, tornou-se aberto ao público para visitação.

Para ser capaz de preservar e manter essa herança para a próxima geração, foi planejado um reparo em larga escala de propriedades culturais começando com o Palácio Ninomaru, um dos palácios pertencentes à fortificação do castelo.

Este projeto de reparo em grande escala é o primeiro reparo importante realizado desde que o castelo foi levantado por Ieyasu Tokugawa em 1603, primeiro shogun do Período Edo.

Devido ao fato de que o próprio castelo possui um grande número de bens culturais, grandes fundos e muitos anos serão necessários para concluir o projeto. Por este motivo foi criado um fundo por meio especialmente para essa finalidade, apoiado pela UNESCO.

Nijo é um dos mais populares e certamente um dos castelos mais visitados em Kyoto. Há apenas alguns castelos tradicionais, estruturas defensivas, mas é principalmente famoso pelo  fabuloso Palácio Ninomaru e do palácio Honmaru.

O Honmaru Palace é, aberto ao público poucas vezes no ano.

 

História do Castelo de Nijo

nijo visao aerea

Tomada aérea feita por Saki Fujimaki

Nijo começou como uma mansão construída por Nobunaga em 1569. O castelo Nijo foi erguido em 1603 para ser a sede da Tokugawa Ieyasu quando ele estava em Kyoto.

O sustento principal foi atingido por um raio e queimou até ficar em ruínas no ano de 1750. Ele nunca foi reconstruído.

 

O interior do castelo está cheio de belas obras de arte e são muito bem preservadas.

O Ninomaru Palace foi usado principalmente para assuntos administrativos e reflete isso em muitos escritórios e salas de reuniões que ele contém. É designado um Tesouro Nacional.

Vamos ao ‘timeline’ do castelo, mostrando os principais fatos ao longo da história do mesmo.

Caso não queira ler toda timeline, clique aqui e avance para o próximo tópico do conteúdo.

 

1601 – Ieyasu Tokugawa atribui o daimyo (senhores feudais japoneses) do oeste do Japão para começar a construção em Castelo de Nijo.

1603 – Castelo Nijo está quase concluído (atual palácio exterior), e Tokugawa entra pela primeira vez.

1611 – Ocorre o encontro entre Ieyasu e Toyotomi Hideyori.

1614 – A partir de 1614 Castelo Nijo foi palco para o Conselho de Guerra para o Cerco de Osaka no inverno e no verão. Também do exército Tokugawa à esquerda do castelo.

1624 – O terceiro shogun Tokugawa, Iemitsu, começa a atualização do castelo com uma expansão do castelo e de seus jardins.

1626 – Honmaru (cidadela interior), Ninomaru (segunda cidadela) e tenshu (Donjon) são concluídas, e o castelo obtêm sua atual forma. Em setembro do mesmo ano, uma visita imperial de cinco dias pelo Imperador Go-Mizunoo ocorre.

1634 – Iemitsu e um grande exército de 300.000 marcham para o castelo. Após isso, os guardas estavam estacionados no castelo e encarregados de manter a segurança do castelo.

1750 – Em agosto, a torre do castelo de cinco andares é destruída por um incêndio causada por fortes relâmpagos.

1788 – Em janeiro, o palácio Honmaru e torre são destruídos por um incêndio que eclodiu na cidade de Kyoto.

1862 – A fim de cumprimentar o shogun Iemochi, que era devido para visitar a capital, foram realizados 1.862 trabalhos de manutenção do palácio de Ninomaru e construção do edifício temporário.

1863 – Iemochi entra no castelo (A primeira vez que um shogun tinha entrado no castelo desde o terceiro shogun Tokugawa, Iemitsu, em 1634).

1866 – O shogun Tokugawa Yoshinobu XV sucede o shogunato em razão do Castelo Nijo.

1867 – No mês de Outubro, os executivos de quarenta clãs se reúnem no castelo Nijo e o Taiseihokan (há a restauração do governo imperial) . Yoshinobu anuncia isso no salão do palácio de Ninomaru.

1868 –  Em janeiro, o governo central, Dajokandai, (equivalente ao atual gabinete) começa residência no castelo.

1871 – O “governo” passa a residir no palácio de Ninomaru. (Isto mais tarde torna-se temporariamente o Ministério da Guerra)

1884 – O castelo Nijo torna-se Rikyu (Vila Imperial Nijo)

1893 – O Katsura-no-miya Palace, formalmente localizado na região nordeste do Palácio Imperial de Kyoto, é movido para Honmaru (palácio dentro do Castelo de Nijo) e torna-se então, Palácio Honmaru.

1897 – Os acessórios, edifícios interiores e pinturas de parede de papel nos corredores e tetos em caixotão do palácio de Ninomaru foram renovados.

1915 – A cerimônia de estado para a coroação do Imperador Taisho é realizada, e em preparação para a grande festa (realizada no local do atual Seiryu-en) foi adicionado o Portão Minami.

1939 – O Departamento Imperial concede o Castelo Nijo para a cidade de Kyoto.

1940 – No dia 11 de fevereiro, foi dado acesso ao público em geral ao castelo.

1952 – De acordo com o estabelecimento da Lei de Proteção de Propriedades Culturais, seis edifícios do palácio de Ninomaru são feitas Tesouros Nacionais e 22 edifícios, incluindo o palácio e torres laterais de Honmaru recebem a designação de propriedade cultural importante.

1965 – O jardim Seiryu-en é criado (usando pedras do jardim da residência de Ryoi Suminokura, um rico comerciante que viveu no início do período Edo.)

1982 – Os painéis das portas deslizantes do palácio de Ninomaru recebem a designação de propriedade cultural importante, como obras de arte.

1994 – Foi registrado na Lista do Patrimônio Mundial pela UNESCO.

 Jardins do Castelo de Nijo

Conforme visto na imagem de tomada aérea, grande parte da área correspondente ao castelo é de preservação da natureza.

Em especial, no outono, os jardins ganham essas tonalidades quentes por causa das folhagens secas, trazendo essa imagem digna de papel de parede!

Há dois jardins no Castelo de Nijo, o primeiro, jardim de Ninomaru foi concebido para que o shogun o admirasse.

O esplendor desse jardim foi designado como cênico pela própria Agencia de Assuntos Culturais do governo japonês.

Em sua composição constatou-se a presença de uma lagoa central com 3 ilhas flutuantes denominadas Ilha de Hourai, IIha de Kame e IIha de Tsuru.

 

 

 

Além do jardim de Ninomaru, há também o Jardim de Honmaru. Este foi concluído no ano de 1896. Tão bonito quanto o anterior, mas com características únicas.

Possui grande presença das características dos jardins típicos japoneses, mas também há inspiração ocidental, por meio dos gramados baixos.

Transitar por este jardim, torna-se uma grande honra uma vez que o espaço é aberto ao público somente em ocasiões especiais.

nijo jardim 2

O Honmaru e Ninomaru são cercados por espaço verde e árvores alinhadas ao redor das principais trilhas. Cerejeiras de inúmeras variedades são plantadas em todo o recinto do castelo, incluindo cerca de 400 cerejeiras de variedades florescendo em um pomar de cereja.

Por causa das muitas variedades de árvores de cerejeira presentes, a floração em Castelo Nijo geralmente dura desde o final de março até o fim do mês de abril.

 

O castelo também dispõe de um pomar de ameixas, que normalmente floresce no final de fevereiro e início de março, e Seiryuen, a metade ocidental do jardim que foi construído em 1965 para os eventos culturais, como cerimônias de chá .

Muitas áreas nos terrenos do castelo também são cheias de outras árvores que oferecem as brilhantes cores do outono, geralmente durante a segunda quinzena de novembro.

 

Informações Gerais

Como chegar: O Castelo Nijo está localizado a cerca de 4 km ao norte da estação de Kyoto.
A estação mais próxima à entrada do castelo, a cerca de 200 metros, é estação de Nijojomae , servida pela linha de Tozai do Metrô Municipal de Kyoto.
Se vier da estação de Kyoto, pegue a linha Kurasuma sentido Estação Karasumaoike, e não mudar para a linha Tozan (cerca de 15 minutos no total, 250 iene).
Uma alternativa, é estacionar o carro em frente a entrada do castelo, que é servido pelas linhas de número 9 , 50 , 101 ( estas linhas servem também estação de Kyoto) e pela linha número 12 .

 

Mapa:

 

 

Dados adicionais:

Endereço: 541, Nijojo-cho, Nijo-dori Horikawa Nishi iru, Nakagyo-ku, Kyoto

Telefone: 075-841-0096

Horário de funcionamento: 8:45 a.m – 4:00 p.m

(Ninomaru 9:00 a.m – 4:00 p.m)

Fechado: De 26 dezembro a 4 janeiro e todas as terças-feiras de janeiro, julho, agosto e dezembro.

Entrada: Adultos   600 ienes

Estudantes:  350 ienes
Escola Primária: 200 ienes

Gostou de saber mais sobre este importantíssimo castelo? O que mais te atrai no Castelo de Nijo?

Deixe seu comentário!

 

Você pode gostar...

Comente este post!

%d blogueiros gostam disto: