Last Updated:

Visual Kei, Onde a Música e a Moda se Encontram

Categorias Cultura Pop0 comentário
Visual Kei destaque

Sabemos que o Japão é uma nação que sempre lança moda e influencia o mundo, seja por sua exuberância ou mesmo pela tradição.
Há algum tempo atrás, falamos sobre a cultura pop, direcionando nosso foco para o Conceito Kawaii e a sua influência ao redor do globo. Este post veio para balancear esta equação. Queremos mostrar que nem só de Anime, Hello Kitty tecnologia  vive o país nipônico. Desde a década de 1980 há um gênero que vinha sendo ofuscado pela onda do conceito moe e da constante evolução dos Maid Cafes que difundiram ainda mais o conceito Cosplay e a cultura otaku de modo geral. Este Gênero é conhecido com Visual Kei.
Qual a primeira coisa que vem a sua mente ao pensar sobre o Visual Kei? É algo antagônico ao conceito Kawaii? É algo voltado somente a moda? O que a música tem a ver com isso? Como identificar esse gênero em meio a tanta mistura de estilos? Onde é o Ponto de Encontro dos visual kei? Essas e outras dúvidas serão sanadas com este post…

 

 

visual-kei-1

 

 

 

O que é o Visual Kei?

O visual kei, refere-se a um gênero musical no qual são levadas em consideração os aspectos visuais de seus participantes, bem como as músicas. Estes dois elementos são fortemente interligados e a vestimenta reflete o que está sendo cantado. Grande parte dos entusiastas do visual kei são provenientes do Rock. Em resumo, pode-se afirmar que o visual kei é um movimento musical que tem a influência de várias vertentes do Rock e configura uma das tribos de maior importância do cenário musical japonês.
Além do cenário musical em si, o visual kei acabou se tornando influência de moda também pois os cabelos extravagantes, maquiagem pesada e estilo único voltado para o rock conquistou rapidamente o público, atraindo cada vez mais adeptos não só no Japão, mas no mundo inteiro!

Origem do Visual Kei

A história do estilo tão difundido hoje no Japão, em especial em Tóquio, berço de grande parte dos elementos do cenário pop japonês. começou em meados dos anos 1970 e diferente do que muitos pensam, não surgiu em Harajuku, como muitos dos gêneros musicais. O estilo é Ocidental e com influência de bandas como a famosa KISS.
Em meados dos anos 1980, músicos japoneses seguindo a tendencia visual para suas apresentações, implementaram o próprio estilo ao que serviu de inspiração oriundo do ocidente. A partir daí, o estilo se difundiu e tornou-se o que é hoje.
É impossível falar do  visual kei sem falar de seu maior expoente desde os primórdios ate os dias de hoje: X Japan, que já foi denominado anteriormente “X”,É sem dúvida a banda de maior renome do Japão e a mais aclamada pelos nipônicos. A importância desta banda, além da qualidade musical em si é proveniente de sua marca registrada, que deu as características do gênero que conhecemos hoje. O choque visual causado pelos cabelos MULTICOLORIDOS e MAQUIAGEM pesada foram os principais elementos que trouxeram o gênero para um patamar acima de seu tempo.

 

visual kei 2

Japan X

 

O que define o Visual Kei?

O gênero tem como principais características cabelo destacado, geralmente com algo colorido e quase sempre repicado, as roupas variam da elegância ao “Totaly Crazy”, mas sempre mantendo as raízes góticas ou de alguma outra vertente do Rock. Quanto a maquiagem, pesada e marcante.

Um acessório que não pode ser esquecido nos trajes é o famoso salto plataforma. Este, assim como a maquiagem e cabelo, são marcas registradas do gênero. Algo importante a se destacar com relação ao visual kei é que os integrantes viviam “fantasiados” apenas para o palco. No dia a dia não estavam performando, portanto, não existia a necessidade de estar “montado(a)”. Um outro elemento chave neste gênero é a androgenia. Grande parte das bandas de visual kei possuem um ou mais integrantes que desempenham o papel “feminino”, não só na vestimenta, mas com relação ao vocal também. Vale ressaltar que embora a grande massa de bandas visual kei sejam masculinas, existem algumas como a irreverente Exist Trace, um a banda formada somente por mulheres, algo destoante das características do gênero. 

 

 

 

 

Visual Kei e a Moda

Com o passar do tempo, cada vez mais adeptos foram fazendo parte do grupo seleto de pessoas que adotavam tal visual para performar seus shows em todo o país, contudo, vários cosplayers, e outras pessoas que não faziam parte do mundo musical perceberam o potencial do gênero e começaram a lançar roupas  baseadas neste estilo único. Um local onde com certeza é possível se deparar com vários elementos dessa tribo é Harajuku, o centro da moda japonesa. É certo que os adeptos dos conceitos moe, kawaii e outras vertentes similares também ocupem este espaço, mas os visual kei possuem grupos maiores por terem subcategorias, fazendo com que várias “linhas de moda” sejam seguidas.

 

Ao longo da década de 2000, várias bandas de visual kei surgiram e foram criando a imagem de visual kei que conhecemos hoje e que consiste em muitos dos nomes mais conhecidos hoje. Eles foram lapidando o estilo ao longo do tempo. No início a ideia de chocar as pessoas por meio do aspecto visual era um pouco mais controlada e não tinha tanta cor, pois era marca registrada dos gêneos musicas derivados do Rock. Houve também uma tendência geral no sentido de “mais leve visual kei” para melhor se encaixar no mercado da moda. Com isso surgiram os estilos mais “pop”. O início de 2000 também foi a ascensão do oshare kei, com bandas como An Cafe e Psico Le Cému criando toda uma nova categoria dentro do visual kei, inserindo assim os extremos de cor e felicidade. (mais próximos do Kawaii e do moe.

 

 

 

Considerações Finais

Sem dúvida o visual kei mostra uma das principais características do povo japonês. Sua versatilidade. Muitos pensam que pelo visual pesado e macabro,que as bandas de visual kei são demoníacas ou algo do tipo. Saiba que nem todas as bandas são sombrias! O estilo abrange da estética Nagoya-Kei até o Oshare-Kei.

 

E aí, gostou de saber um pouco mais sobre os gêneros musicais do Japão? Há algo que não mencionamos e que julga importante?
Não deixe de comentar, clique aqui e comente em nossa página do Facebook!

Comente este post!