Explorando o Japão – Casa Tradicional Japonesa

explorando-japao-casa-tradicional-japonesa-the-otaku-exception

Você já parou para pensar sobre como é uma casa tradicional japonesa?

Quando assistimos algum filme japonês ou mesmo um anime, é muito comum encontrarmos diversas construções em madeira.

Em sua decoração temos os tatames, ofurôs e muitas coisas que mostram as marcas da tradição japonesa.

As construções com telhado destacado, de arquitetura única e de forte expressão cultural são, além das casas, castelos, prédios históricos e demais obras de arte da engenharia japonesa.

No artigo de hoje, você conhecerá alguns dos elementos que caracterizam a estrutura e decoração de uma casa tradicional japonesa.
 

 Fatos e Dados Sobre o Japão

Embora saibamos que o Japão é uma nação super desenvolvida, sendo atualmente a 17ª colocada na lista de melhor IDH global, conforme dados divulgados pela ONU em 2014 (dados consolidados em 2013), com uma das melhores e mais fortalecidas iniciativas digitais do mundo,  possuindo um excelente sistema arquitetônico para se proteger dos terremotos, contando com o que há de mais atual no mundo tecnológico e engenharia de ponta, ainda existem muitos elementos característicos da cultura tradicional presentes, seja na arquitetura ou na decoração.

 As estruturas que geralmente seguem os princípios tradicionais são:

Castelos, Templos Budistas, Palácios, Salas de Chá e alguns prédios como os das prefeituras.

 

Identificando Uma Casa Japonesa

O detalhe que facilmente identifica uma construção inspirada nas raízes nipônicas são os telhados.

Desde coberturas com sutis curvaturas, facilmente percebidas nas salas de chá, até os exuberantes e majestosos telhados dos templos budistas.

Outra característica que enfatiza a beleza da estrutura dessas construções são os beirais.

Estes não possuem apenas função decorativa, foram criados para que fosse possível manter as janelas abertas mesmo diante de um típico dia de verão, sem que grande quantidade de luz adentrasse o ambiente.

 

 Conhecendo Uma Casa Japonesa

MINKA, é o nome dado a construção popular, que em grande parte é erguida através de sistemas tradicionais e que possui como destaque a fonte de materiais utilizados em sua construção.

Basicamente são utilizados madeira e terra, com demais produtos sendo variantes, de acordo com a região, clima e etc.

São os elementos que dão a aparência tão distinta as moradias mais antigas e foram se desenvolvendo ao longo da História do Japão com diferentes estilos emergentes no período Edo.

minka-casa-japonesa-the-otaku-exception

Agora que já temos uma noção do aspecto externo das construções de modo geral, que tal conhecer um pouco sobre os elementos que compõem o interior das edificações?

 

 Como já citado no início do texto, ao pensar em casa japonesa, logo vem a nossa mente aquelas moradias típicas de filmes como Toire no Kamisama e Nossa Irmã Mais Nova, entre muitos.

A presença dessas casas também é marcante em animes como Kaichou wa Maid Sama e Another.

 O que claramente notamos é a presença de alguns elementos como o Ofurô e os tatames.

Mas o preenchimento do espaço interno de uma casa tradicional japonesa vai muito além destes elementos.

 

 Casa Japonesa – Ambientes

Para começar, ao entrar na casa, existe o que chamam de GENKAN (um cômodo ou área da casa) onde são retirados os calçados.

Geralmente há um desnível de piso em relação ao restante da casa para que a sujeira fique apenas naquele espaço.

Este tipo de ação impede que boa parte da sujeira proveniente da rua não adentre o recinto, preservando, desta forma, a saúde dos moradores.

genkan-casa-japonesa-the-otaku-exception

Entre um cômodo e outro, ao invés de paredes de concreto, existem painéis SHOJI e portas corrediços feitas de papel de arroz e que são chamados de FUSUMA separando um ambiente de outro.

 O emprego deste tipo de material na construção é para que o ambiente torne-se mais arejado, iluminado, além de ser de fácil remoção tornando a área geral versátil.

Algo que chama a atenção neste item característico da arquitetura interna é que, em sua maioria, os shoji possuem algum desenho ou decorativo.

fusuma-casa-japonesa-the-otaku-exception

 

Mobília e Decoração

Seguindo a apresentação itens temos o FUTON, que é um tipo de colchão fino que serve para repouso e muito utilizado como item decorativo, (em sua variante, que parece com uma almofada).

futon-casa-japonesa-the-otaku-exception

 Um item indispensável em uma casa tradicional japonesa é o famoso OFURÔ.

A banheira japonesa, diferentemente das que usamos por aqui, é feita de madeira e o usuário faz a utilização sentado, encobrindo toda a coluna e não deitado como é naturalmente usado por aqui.

Este item pode ser para uso individual ou coletivo e, portanto, deve ser utilizado somente após um banho tradicional, pois possui como principal característica proporcionar relaxamento corporal e higiene mental.

ofuro-casa-japonesa-the-otaku-exception

 O KOTATSU, é uma evolução do IRORI, item semelhante a uma lareira, inserida no assoalho e revestida de barro e pedra.

Por fim, eram adicionadas cinzas (onde se queimava a lenha) para aquecer o ambiente.

Certamente estes itens são amplamente utilizados com frequência no rigoroso inverno japonês.

 

Com o passar do tempo, o irori foi adaptado para uma espécie de ‘mesa com futon’, para que até 4 pessoas pudessem aquecer seus membros inferiores.
Há ainda outra variação. Esta, ainda parecida com o seu precursor irori, consiste de um buraco de cerca de 40 centímetros de profundidade que é cavado no assoalho para colocar ali um aquecedor elétrico.

Sobre o buraco, posiciona-se a mesa. Em ambos os casos, estende-se um acolchoado entre a mesa e um tampo de mesa.

kutatsu-casa-japonesa-the-otaku-exception

 

Itens Versáteis 

Outro item amplamente conhecido fora da terra do sol nascente é o TATAMI, um tipo de esteira feita de produtos orgânicos como palha de arroz (em seu interior) e junco em seu revestimento.

O item ficou conhecido por meio do uso em várias artes marciais provenientes do país.

Neste caso, o produto é chamado de Tatami. Em alguns casos, ele ainda é utilizado como colchão.

tatami-casa-japonesa-the-otaku-exception

Para finalizar nossa lista de elementos básicos da casa tradicional japonesa, temos o ZABUTON.

Este, nada mais é que uma almofada fina utilizada para diversos fins, desde assistir TV à meditação.

Sua composição é basicamente de fibras naturais e é geralmente utilizada em conjunto com o ZAFU (almofada de formato arredondado e bem alta (chegando a mais de 20cm de espessura) muito comum em ambientes para meditação).

zabuton-casa-japonesa-the-otaku-exception

 Conhece outros elementos que são marcantes em uma casa japonesa e que não foram mencionados? Não deixe de comentar e compartilhar este post com seus amigos!

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *