Last Updated:

Dragon Ball Z: A Batalha dos Deuses – Resenha do Filme

Categorias Animes Mangás e Games0 comentário
destak

Falaremos sobre um dos filmes mais aguardados de 2013, Dragon Ball Z: A Batalha dos Deuses e que foi lançado estrategicamente no dia das crianças.

 

Dragon Ball Z a Batalha dos Deuses conta a historia após a saga Boo, desconsiderando então que seria a Série Dragon Ball GT. (que não foi produzida por Akira)

 

 

Resenha da Batalha dos Deuses 

Neste filme, Goku está  treinando com o Senhor Kaioh treinando quando percebe que seu mestre muda de expressão enquanto fala com alguém…

 

Do outro lado, surge Bills, o Deus da destruição. Este estava dormindo por 38 anos e despertou após ter um sonho estranho.

 

O Deus da Destruição não sabia exatamente o que era, mas após ser atualizado de alguns fatos não teve duvidas de que tinha alguém pra lutar.

 

Tudo o que ele queria era lutar com um Deus Super Sayajin. Seu então companheiro Whis resolve ajudar. 

 

Inicia-se então uma busca sem precedentes. Em pouco tempo eles encontram nosso herói Goku.

 

Dragon Ball Z a Batalha dos Deuses tem a partir daí os primeiros momentos nostálgicos do longa, onde Goku, mesmo sendo adulto, continua com a mesma atitude infantil de outrora (essência de Dragon Ball).

 

Aproveite também para ler sobre Dragon Ball Z a Ressurreição de Freeza 

 

 

Personagens do Filme 

A presença marcante do trabalho de Akira volta a fazer parte da essência deste que sem dúvidas marcou a infância de muita gente, sendo quase sempre o introdutor do Universo Otaku na vida das pessoas. Dragon Ball Z a Batalha dos Deuses certamente marca a registrada de Akira Toriyama.

Abaixo teremos uma breve descrição de alguns personagens que foram importantes neste longa e tiveram papel diferenciado em relação a série.

 

 

 

bills

 

Nome: Bills

Características Marcantes:

 

Este é o Deus da destruição. Sua forma assemelha-se a um gato. Sua atitude de criança pirracenta é o que marca a personalidade deste personagem.

 

Sempre que contrariado resolve as coisas de forma simples: Destruindo tudo!

 

Apesar de parecer inofensivo e sem poder significativo, trata-se do principal personagem deste longa, sendo o inimigo de Son Goku.

 

Seu poder é estupidamente superior a qualquer outro que nosso Sayajin tenha enfrentado, fazendo jus a sua posição de divindade.

 

 

 

 

 

 

Wiss

 

Nome: Whis

Características Marcantes:

Pouco se sabe sobre o companheiro inseparável de Bills. Este ser com aparência peculiar é o que tenta colocar o Deus da Destruição nos eixos quando exagera em algo.

 

Este personagem é misterioso e sua principal característica é a de se mostrar curioso. Durante o filme ele come bastante e se mostra muito inteligente.

 

Não aparenta ter muito poder, contudo, vale lembrar que mesmo não participando de lutas é o companheiro de uma divindade. Neste filme de Dragon Ball, ele é o personagem mais misterioso. 

 

 

 

 

pilaf

Nome: Pilaf 

Características Marcantes:

Personagem já conhecido da série Dragon Ball, o Imperador Pilaf aparece no longa, contudo não demostra ser grande problema. Sua principal característica ao longo do filme foi permanecer em busca das Esferas do Dragão.

 

 

 

 

 

 goku

 

Nome: Goku

Características Marcantes:

O Sayajin mais famoso e poderoso da trama é também o protagonista do filme.

 

Como sempre, Son Goku se mostra o brincalhão de sempre e não demora pra se meter em encrenca no decorrer da animação.

 

Como personagem principal figura o tão esperado Deus Super Sayajin. Son Goku é aclamado por ser o herói de Dragon Ball, contudo, até onde ele pode ser considerado o melhor e mais forte combatente do Anime?

 

 

 

 

 

vegeta

 

Nome: Vegeta

Características Marcantes:

O personagem que surpreende pela maturidade exercida ao longo do episódio, protagonizando cenas de muita emoção.

 

Outro aspecto que nos diverte é as ações de Vegeta, que em alguns momentos trouxeram o riso a tona.

 

Vegeta em poucos momentos de toda a série Dragon Ball teve tanto orgulho de si mesmo como neste filme…

 

 

 

 

 

videl

 

Nome: Videl

Características Marcantes:


Apesar de sua participação permanecer apagada dentro do longa, dessa vez desempenha um papel com muito mais importância.

 

Ela figura um momento memorável e emocionante deste filme do Dragon Ball.

 

Mais madura, Videl aparece com um visual diferente do que apresentava quando vista na série de tv.

 

 

 

 

 

 

bulma

 

 

Nome: Bulma

Características Marcantes:


Sendo a esposa do Vegeta e, rica é também dona da Corporação Cápsula, continua sendo a nariz em pé de sempre.

 

Neste capítulo a parte ela também faz participação notória neste filme e surpreende pela mesma beleza de sempre.

 

Graças a Bulma muita coisa engraçada ocorreu. Ela se mostra madura e dessa vez tenta ser mais sociável e caridosa, fazendo um bingo no seu próprio aniversário.

 

 

 

 

 

srkaioh

 

Nome: Senhor Kaioh

Características Marcantes:

Mestre de Goku, aparece no longa de forma discreta e sem a mesma importância de antes.

 

Sr. Kaioh continua sendo o mesmo prudente de sempre. Foi citado nessa lista pois o início da trama é feito no seu planeta, onde Goku estava treinando.

 

 

 

 

 

 

shenlong

 

Nome: Sheng Long

Características Marcantes:

Como não poderia faltar, O Dragão mais famoso das telinhas precisava aparecer para dar o “ar da graça”.

 

Contudo, mesmo sendo sempre muito importante sua aparição foi peculiar e um pouco diferente da habitual.

 

Não foram citados os demais personagens pois mantiveram o padrão de aparição dentro da saga.

 

O que quisemos destacar aqui foram os aspectos que realmente chamaram a atenção, tentando descrever ao máximo as personagens (sem dar spoilers sobre o que irão encontrar), conforme já explicado anteriormente.

 

Dragoon Ball Super terá transmissão com dublagem original no Brasil 

 

Dragon Ball Z: a Batalha dos Deuses, o Que Esperar? 

Muitos do que esperaram por boas lutas, não se agradaram do que viram, porém, alguns pontos devem ser destacados. 

 

O enredo do filme fica por conta de um sonho mal explicado, meio sem pé sem cabeça e sem aparente conexão com alguma parte da já conhecida e consagrada história de Dragon Ball Z.

 

Mesmo tendo algumas lutas e momentos épicos, ainda assim, ficou devendo na quantidade de lutas.

 

O filme foi amplamente criticado pela mídia e por grande parte dos que aguardaram ansiosamente para ver o longa no cinema pois o melhor (para quem acompanhou somente a série Z de Dragon Ball seriam as lutas) em especial pelo título adotado para o filme.

 

Para quem não viu ao filme, sugiro que não vá com muita sede ao pote para não se decepcionar.

 

Ao contrario do que muitos dizem por ai, indicamos o filme. Assista e tire suas conclusões.

 

Certamente existem coisas boas e outras nem tanto… Mas vale muito a pena assistir.

 

Aproveite também para ler sobre Dragon Ball Z a Ressurreição de Freeza 

 

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A crítica foi pontual sobre o longa. Em aspectos gerais, Dragon Ball Z a Batalha dos Deuses certamente foi muito melhor que o live action(que aliás é odiado por muitos até hoje.

 

Por outro lado, não tinha o suficiente para superar as expectativas que o filme trouxe para o público.

 

Afinal, o filme trouxe expectativas de uma batalha que supostamente seria tão épica quanto a icônica batalha entre Goku e Freezar.

 

Aproveite também para ler sobre Dragon Ball Z a Ressurreição de Freeza 

 

Pensando em todo o suspense colocado na estreia, na data de lançamento feita exatamente no dia das crianças, não é difícil entender que o filme foi desenvolvido para a resgatar as origens do que Akira pensou inicialmente para o Mangá, que posteriormente viraria um dos Animes mais populares do mundo.

 

A comédia, a inocência e as batalhas permaneceram como idealizado na primeira saga de Dragon Ball, trazendo a tona a sensação nostálgica da infância.

 

Considerando estes aspectos do longa, Dragon Ball Z a Batalha dos Deuses foi muito bem produzido, contendo muitos efeitos visuais e ampla aplicação de tecnologia, a dublagem manteve-se fiel ao que os fãs esperavam e a arte de Akira ressurge de sua essência com certeza a partir deste longa.

 

Gostou do Post? Aproveite e Compartilhe com seus amigos!