Festival do Japão 2015

festival-do-japao-2015

Comemorando os 120 anos de amizade entre Brasil e Japão, o 18º Festival do Japão realizado em São Paulo foi um evento inesquecível. O evento que ocorre todos os anos na capital paulista é simplesmente o melhor e maior festival da cultura japonesa do mundo. A disposição dos Stands e a localização do Palco Principal ficaram melhor do que estava no papel. Tudo muito bem pensado, fazendo com que fosse conforme a organização do evento planejou com ressalva para o estacionamento / acesso ao local, devido a grande quantidade de pessoas até os estacionamentos projetados para suportar mais veículos sucumbiram e foram necessárias adaptações para comportar o volume de visitantes. O acesso ao local foi um pouco lento pois estava chovendo e em alguns momentos o transito parava. Fora isso, PERFEITO!

Se você não teve condições de comparecer aos 3 dias de muita festa, não se preocupe, deixaremos aqui os registros de tudo que mais foi comentado e esperado para este ano!

Espaço do Festival do Japão 2015

A organização do evento se superou neste ano contando com vários fatores para que tudo corresse como programado e isso ocorreu engenhosamente bem.
Ao se aproximar do Centro de Exposições Imigrantes – Local onde foi realizado o festival, era possível perceber grande mudança na utilização do espaço já do lado de fora pois não havia a tradicional decoração no espaço que era ocupado pelo centro gastronômico.

Logo após que entrava no espaço do evento, muita coisa já parecia familiar, disposto nos mesmos lugares, o que geralmente facilita e muito a exploração do estabelecimento.

Nem mesmo a chuva foi capaz de impedir que milhares de visitantes fossem até o Festival.

Bem na entrada estava o espaço destinado aos veículos da Nissan, Toyota, Honda, Suzuki, Yamaha e Subaru, fazendo a ocupação dos Stands principais ao centro. olhando para direita, como já era de se esperar, havia o espaço para a Cerimônia do Chá.

Um pouco mais adiante, ainda a direita da entrada do Saguão de Exposição, com área de 110m², estava o Stand da Bunkyo.

A entidade estava com uma exposição para comemorar seu 60º aniversário de fundação. Havia uma série de 36 painéis fotográficos intitulada “Bunkyo: 60 Anos – sua trajetória”.

No estande do Bunkyo também foram vendidos o livro “60 Anos de Bunkyo: Passado, Presente e Futuro”, obra coletiva coordenada por Kiyoshi Harada, e os documentários em DVD sobre as comemorações do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil (que aconteceu em 2008). Realmente um Stand que valeu a pena entrar e conhecer mais. Para quem bebe, houve degustação de Whisky entre os executivos que lá estavam.

Do lado esquerdo da entrada havia um espaço super agradável com várias apresentações e que ao contrário do que muitos pensam, estava “pegando fogo”… É, o espaço da Terceira Idade (que também poderia ter o nome de “Espaço da Melhor Idade”) foi um dos grandes atrativos da tradicional cultura nipônica. Muitos jovens se surpreenderam com a dinâmica dos veteranos nas artes e na vida.

No meio haviam muitos stands de souvenires, além dos grandiosos Stands da Alfa, Sakura, e etc. A partir do meio do espaço foi possível notar algo diferente: O centro gastronômico do evento! Estava exatamente no Centro, com espaço seguro e considerável dos banheiros, o que foi muito conveniente, pois a galera se encheu de suco, refrigerante e bebibas de modo geral e as filas estavam grandes, principalmente ao final das apresentações do palco principal.

O palco do 18º Festival do Japão estava nos fundos do local contudo, com uma disposição diferente, embora fosse “o mesmo lugar”, a parede criada e o acesso lateral as arquibancadas e depois a outras atrações na lateral deu a intenção de um lugar fechado onde somente quem realmente acompanhar os shows entravam pra ver. Muito inteligente, organizado e bonito (como já era esperado para um evento deste porte).

Atrações do Festival do Japão 2015

SEXTA-FEIRA – Na sexta feira Mariko Nakahira foi a mais aguardada no Palco principal, com uma breve apresentação, mas de muito prestígio.
Houveram também taiko, dança e ginastica rítmica. Chegando ao fim da noite, foi realizado o ensaio das Miss Nikkey, que também foi bacana.

SÁBADO – Iniciamos ao meio dia com a tradicional cerimônia de abertura. Mais tarde, houve como destaque Mariko Nakahira e Tsubasa Imamura. Tsubasa deu autógrafos, tirou foto com os fãs e ainda jogou seu Game – Tsubasa Adventure no Stand que estava próximo ao da NHK.
Mariko Nakahira deu um show cantando músicas em português alem de seu repertório. Em sua última performance dançou e cantou Tico-Tico no Fubá de Carmen Miranda, homenagem sensacional!
Ambas as cantoras interagiram em português com o público e se mostraram super a vontade.
As apresentações de Taiko percorrendo o corredor central do evento também chamaram muito a atenção do público que pode ver e acompanhar o grupo até o palco principal.
Houve ainda apresentação de um grupo ninja explicando sobre ninjutsu. TOP!

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *